Carregando...

Associação dos Magistrados Brasileiros
AMBBotão Menu

Vice-presidente Administrativa da AMB preside painel em Fórum Jurídico da Esmaf

A vice-presidente Administrativa da AMB, Maria Isabel da Silva, presidiu o painel com o tema “O fenômeno agressor da Alienação Parental no contexto do meio ambiente familiar”, durante a oitava edição do Fórum Jurídico da Escola da Magistratura Federal da 1ª Região (Esmaf), realizado nesta sexta-feira (29), na sede da instituição, em Brasília (DF). A palestra principal foi proferida pela professora da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamengo (ESTGL) – Portugal, Ana Branca da Silva Soeiro de Carvalho.

Durante sua fala, a professora destacou a importância de se debater dentro dos ecossistemas planetários as questões familiares, além de contextualizar a garantia da dignidade humana, a partir das Constituições. Ana Branca da Silva também falou sobre a importância das “famílias de afetos” para a formação do indivíduo em uma época de sociedades individualizadas. “A educação formal e informal, que é posta como função primordial da família, tem muitas implicações nos ecossistemas, implicações ambientais, sociais e valorativas no sentido de tornar os cidadãos das próximas gerações mais esclarecidos e que olhem para o outro ser humano como igual”, disse.

Ao comentar sobre o painel, Maria Isabel da Silva, que atua como juíza titular da 7º vara de Família de Brasília, reforçou que, atualmente, as famílias são reconhecidas pela relação de afeto e a alienação parental pode desvirtuá-las. “A interpretação constitucional e, mesmo as decisões, ampliaram o conceito de família, haja vista que os fatos demostram que a família tem que ser estruturada no afeto. E a alienação parental, de fato, promove a disfunção dessa relação familiar”, concluiu.

Evento

Em sua oitava edição, o Fórum Jurídico da Esmaf tem no centro dos debates temas voltados ao agronegócio, transgênicos, agrotóxicos e pesticidas, desmatamentos e poluição ambiental. Dois temas principais fazem parte do evento: “O Direito humano e fundamental à saúde dos ecossistemas planetários” e “A defesa da vida na dimensão de uma ecologia integral das presentes e futuras gerações”. A coordenação geral científica é do diretor da Esmaf, desembargador federal Souza Prudente, com a coordenação pedagógica do juiz federal Pedro Felipe de Oliveira Santos.

Campanhas e Eventos