Carregando...

AMBBotão Menu

Saiu na mídia: Renata Gil fala sobre os desafios de mulheres em cargos de liderança

| Ascom AMB

Magistrada ressaltou a importância da autoridade feminina

No Dia Internacional da Mulher, a juíza Renata Gil, primeira mulher a ser presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), falou sobre alegrias, obstáculos e o peso de ocupar um cargo de liderança em entrevista ao veículo jurídico Migalhas.

A magistrada destacou que a autoridade das mulheres e a ocupação de espaços de poder são comumente contestadas nas instituições. “É muito importante que dentro das instituições haja um incentivo a essa participação e um olhar específico para o corpo feminino dentro das instituições”, declarou a presidente.

Segundo a juíza, ser presidente da AMB é motivo de orgulho e tem uma representação grande em sua vida e na sociedade e contou que frequentemente é abordada por instituições e veículos de imprensa para falar exatamente sobre a possibilidade de a mulher ocupar um cargo de poder.

A magistrada concluiu ressaltando a importância de haver mulheres em posições de destaque para servirem também como inspiração. “Espero que essa ocupação, que levou 70 anos para acontecer na história da AMB, seja motivo de inspiração para outras mulheres, empresas e instituições”, frisou Renata Gil.

Veja a íntegra da matéria:

“Autoridade feminina é sempre contestada”, diz presidente da AMB
Renata Gil comenta as alegrias e desafios provenientes de um cargo de liderança.

“A ocupação do cargo de presidente da AMB, ou seja, presidente de todos os magistrados brasileiros, de todas as competências, 14 mil magistrados, a maior associação de juízes do planeta, é uma enorme reponsabilidade e alegria.”

É assim que Renata Gil, magistrada e atual presidente da AMB – Associação dos Magistrados Brasileiros, define sua posição, após se tornar a primeira líder feminina do cargo em 70 anos de história da instituição.

Em entrevista ao Migalhas, ela destacou fatos importantes que permeiam o cargo de liderança que ocupa.

Autoridade

De acordo com Renata Gil, os desafios em um cargo de liderança são diários, e não só a autoridade, como a ocupação do espaço feminino são sempre contestados.

“É muito importante que dentro das instituições haja um incentivo a essa participação e um olhar específico para o corpo feminino dentro das instituições.”

Orgulho

A presidente destacou que a posição que ocupa é motivo de enorme orgulho. Ressaltou, ainda, a necessidade de que as mulheres se sintam inspiradas a ocupar cargos de liderança.

“Espero que essa ocupação que levou 70 anos para acontecer na história da AMB seja motivo de inspiração para outras mulheres, empresas e instituições.”

Liberdade

A magistrada finalizou com uma mensagem inspiradora às colegas.

Disse que as mulheres podem ocupar o lugar que elas desejarem e que a liberdade, que é um valor constitucional, precisa ser exercida no dia a dia.

“E nós, que já ocupamos esse espaço, estamos ajudando que outras mulheres também alcancem seus espaços e seus sonhos.”


Assessoria de Comunicação da AMB

AÇÕES PARA OS ASSOCIADOS