Carregando...

AMBBotão Menu

Rafael de Menezes é reeleito vice-presidente da UIM no Marrocos

Durante a 61ª Reunião Anual da União Internacional de Magistrados (UIM), o juiz brasileiro Rafael de Menezes, que ocupa o cargo na UIM em nome da AMB, foi reeleito presidente do grupo Ibero-Americano (IBA) da instituição e vice-presidente da UIM. A votação foi unânime entre os membros da América Latina, Portugal e Espanha, e aconteceu no último domingo (14), na cidade de Marrakech, no Marrocos. O presidente da AMB, Jayme de Oliveira, também participa do encontro no país, que segue com a programação até o dia 19.

“A eleição do Rafael de Menezes, por aclamação, mostra o prestígio internacional dele, do Brasil e da AMB. É uma honra muito grande para a AMB essa presença e reconhecimento internacional”, disse Jayme de Oliveira. Ele ressaltou, ainda, a forte presença da Associação nacional em outras entidades internacionais. “Atualmente, temos, além da eleição do Rafael, a colega Flávia Viana, diretora-adjunta de relações internacionais da AMB, na presidência da União Internacional de Juízes de Língua Portuguesa (UIJLP) e o colega de São Paulo, Walter Barone, secretário-adjunto de Relações Internacionais da AMB, na presidência da Federação Latino-Americana de Magistrados (Flam).”

“Fiquei muito feliz que o Jayme de Oliveira compareceu e pode conferir os depoimentos dos colegas sobre meu trabalho nos últimos anos em prol da magistratura em nosso continente”, disse Rafael de Menezes. Em seu terceiro mandato consecutivo, o magistrado também falou sobre as três prioridades de trabalho para os próximos dois anos.

“O combate à corrupção, inclusive com um projeto de rede de integridade de combate à corrupção junto à ONU; encorajar os países que não estão organizados em associações de juízes a criar as suas, e o terceiro ponto é a questão da educação continuada. A UIM entende que a educação do juiz é importante para seu trabalho com independência. Sabemos que existem escolas judiciais no Brasil e no mundo, mas a UIM tem um braço acadêmico que são suas quatro comissões de estudo, e queremos que tais comissões sejam mais ativas junto aos juízes na formação permanente como requisito para exercício com independência da Magistratura”, concluiu.

Língua Portuguesa como idioma oficial da UIM
A 61ª Reunião Anual da UIM começou no último sábado (13) e segue até esta sexta-feira (19), na cidade de Marrakech, com a participação de centenas de magistrados dos países que integram a organização. Nos primeiros dias do encontro foram realizadas reuniões do Comitê da Presidente e reuniões simultâneas dos grupos regionais (Europeu, Africano, regional Asiático, Norte Americano e Oceania e o Ibero-americano).

Durante a reunião do grupo Ibero-Americano, além da eleição para o novo presidente, o comitê central também deliberou formação de comissão para examinar o pleito para que a língua portuguesa seja reconhecida como língua oficial da UIM. Para tanto, foi indicado, com o apoio do Brasil, o juiz português Pedro Vieira, atual secretário da União Internacional dos Juízes de Língua Portuguesa (UIJLP). Ainda durante a reunião do grupo Ibero-Americano, o desembargador Walter Barone, também discorreu sobre as atividades realizadas à frente da Flam, desde a eleição ao apoio aos juízes argentinos em matéria de segurança.

AÇÕES PARA OS ASSOCIADOS