Carregando...

AMBBotão Menu

“A poesia e a literatura nos ajudam a fugir da subinterpretação da vida e do direito”, diz ministro Ayres Britto

O ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Britto, participou, nesta sexta-feira (7), de uma transmissão ao vivo sobre o Direito e a poesia coordenada pelo diretor-presidente da Escola Nacional da Magistratura (ENM), Caetano Levi Lopes. Para Ayres Britto, a leitura é empoderamento. “Nos qualifica, nos adensa à cultura. A poesia e a literatura nos ajudam a fugir da subinterpretação da vida e do direito”, disse o magistrado.

“Quando o juiz se expressa poeticamente, me parece que ele concilia os conceitos dos juízos emitidos com a estética da linguagem. A decisão dele se torna mais assimilável. Quem ouve se predispõe a entender melhor as coisas” ponderou.

“Quando o juiz não é um bom comunicador, ele não convence as partes. Hoje em dia é preciso que o Judiciário dê bem seu recado. Seja simples, convincente e, de preferência, didático. Não podemos ceder a opinião pública, mas precisamos que a sociedade entenda nossas decisões”, concluiu.

O diretor-presidente da ENM, Caetano Levi Lopes, disse que a escola deseja trazer cultura às discussões sobre o direito. “Isto é uma oportunidade para leveza. A Comissão de Cultura e Humanismo pensou em eventos que pudessem mostrar o lado da sensibilidade dos magistrados”, explicou Caetano sobre a iniciativa.

O diretor-adjunto do Centro de Pesquisas Judiciais da AMB, Marcelo Piragibe, disse que tem buscado organizar eventos que conciliam direito e arte. “O principal ato do juiz é a sentença que vem da palavra sentir. A arte vem sendo trabalhada e está presente nas principais coisas do mundo”, disse.

O magistrado Fernando Armando compartilha a opinião do ministro Ayres Britto. “A leitura da poesia traz um dado a mais dos horizontes da nossa visão de mundo. Traz a possibilidade do ‘desdizer’, ou seja, de revolver os lugares comuns da fala que precisam ser revistos”, disse.

O juiz Roberto Alcântara, que é filho de uma professora de português, disse que a leitura sempre o acompanhou e reforçou a importância da leitura.

Assista ao vídeo da live aqui.

Campanhas e Eventos