Carregando...

AMBBotão Menu

Piauí é o primeiro estado do Nordeste a lançar a campanha Sinal Vermelho

Piauí é o primeiro estado do Nordeste a lançar a campanha Sinal Vermelho

Em evento que reuniu autoridades dos Três Poderes, o Piauí foi o primeiro estado do Nordeste a lançar, oficialmente, a campanha Sinal Vermelho contra a violência doméstica. A cerimônia virtual, realizada nesta sexta-feira (24) por iniciativa da deputada federal Rejane Dias (PT-PI), contou com a presença da presidente da.AMB, Renata Gil, e membros da diretoria da entidade, além do governador, do presidente do Tribunal de Justiça do.Estado do Piauí (TJPI) e de toda a bancada do.Piauí na Câmara dos Deputados.

De acordo com a parlamentar, a decisão em aderir à ação ocorreu após ouvir a presidente da.AMB falando a respeito do tema à bancada feminina da Câmara dos Deputados. “Hoje, o Piauí recebe a campanha de braços abertos, e ainda podemos contar com um importante aliado: o aplicativo Salve Maria, que tem ajudado muitas mulheres a fazerem suas denúncias, especialmente com o isolamento social e a dificuldade de acessar esses mecanismos”, declarou Rejane Dias.

Ela se referia à ferramenta idealizada pelo governo estadual para receber registros de violência doméstica diretamente dos telefones celulares das vítimas. De 16 de março a 8 de junho de 2020, o.Salve Maria registrou 263 casos. No ano passado, neste mesmo período, foram 143 (um aumento de 83%). Clique aqui e conheça.

Ao reforçar a necessidade de uma estratégia nacional de combate à violência contra mulher,.Renata Gil afirmou que, com a campanha, “vamos conseguir conferir proteção a vidas, liberdade às mulheres e, mais importante, o fortalecimento da rede de proteção à mulher. Este é o nosso tripé, o nosso trinômio que precisa ser levado adiante”, disse.

O governador Wellington Dias, em sua exposição, elogiou a iniciativa da.AMB e de todos os envolvidos. “Quero estar junto de vocês, porque essa campanha, além de muito relevante, é uma forma de atingirmos bem forte o coração das pessoas. É assim que vamos vencer a violência contra as mulheres.”

Segundo o presidente do TJPI, Sebastião Martins, o problema “é uma herança cultural machista e patriarcal que imperou durante anos e nós temos que acabar com essa cultura. Ao assumir a presidência do.TJPI, uma das minhas metas era justamente a de fortalecer essa rede de enfrentamento à violência doméstica”, afirmou.

Clique aqui para assistir

Saiba mais sobre a campanha Sinal Vermelho

Campanhas e Eventos