Carregando...

AMBBotão Menu

“Momento é de união da magistratura”, diz Renata Gil em conversa com associados da Amatra-15

A presidente da AMB, Renata Gil, destacou a importância da participação da Justiça do Trabalho na entidade e afirmou que a magistratura precisa se unir para lutar pelo fortalecimento da carreira, atuar na defesa das prerrogativas e trabalhar pela independência do Judiciário, em conversa com associados da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 15ª Região (Amatra-15), na sede da entidade, em Campinas (SP), na tarde dessa quarta-feira (15). O encontro foi transmitido pela internet, ao vivo.

Nessa segunda-feira (13), a Amatra-15, segunda maior associação da Justiça do Trabalho do país, iniciou uma assembleia geral extraordinária que tem como objetivo referendar ou não o seu reingresso como membro institucional da AMB. A consulta se encerra às 18h do dia 17 de janeiro. Durante o encontro, a magistrada explicou o funcionamento da AMB e a sua estrutura organizacional, os planos de gestão para os próximos anos, entre outros pontos. Foram abordadas, ainda, pautas remuneratórias. Renata Gil também respondeu às perguntas dos magistrados que assistiam à transmissão.

“A Amatra-15 se sente muito prestigiada pela presença da presidente Renata Gil, o que demonstra o respeito que a AMB tem pela Justiça do Trabalho e pelas associações que representam esses magistrados. Trata-se de um momento ímpar para todos nós”, disse o presidente da entidade com sede em Campinas, César Reinaldo Offa Basile. Os vice-presidentes da AMB Maurício Drummond (Assuntos Legislativos Trabalhistas) e Fernando Bartoletti (Institucional) e o coordenador da Justiça do Trabalho e presidente da Amatra-14, Antônio César Coelho, participaram da reunião.

Na opinião de Maurício Drummond, a AMB reforça a sua legitimidade ao congregar mais juízes trabalhistas e associações como a Amatra-15. Bartoletti destacou a importância da união dos magistrados em torno de pautas comuns da carreira. Na avaliação de Antônio César Coelho, “precisamos somar esforços na defesa do Poder Judiciário. Agora, mais do que nunca, nossa união é importantíssima. Está em jogo a dignidade da magistratura, que é um dos pilares do Estado Democrático de Direito”.

Campanhas e Eventos