Posse marca início da nova gestão da chapa reeleita para o biênio 2024-2025

A Juíza Eunice Bitencourt Haddad assumiu a presidência da Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj) na segunda-feira (5), marcando o início da gestão para o biênio 2024-2025.

Em seu discurso de posse, a Magistrada destacou a importância do associativismo na defesa das prerrogativas.

“Foi graças à interlocução associativa que obtivemos importantes conquistas. É com diálogo e união que alcançamos os nossos propósitos. O associativismo é fundamental para fortalecer a Magistratura. É no dia a dia, com trabalho, conjunção de esforços e harmonia, que se fomenta o associativismo e se revigora a Magistratura, o nosso sacerdócio”.

A juíza Eunice Haddad preside a Amaerj desde 2022. Ingressou na Magistratura em 2001 e, desde julho de 2013, é titular da 24ª Vara Cível da Capital do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ). Atualmente é Vice-Presidente de Assuntos Legislativos da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB).

No discurso, a Juíza também salientou a importância do trabalho da AMB pelas garantias da Magistratura. “Seguiremos em permanente mobilização pela fundamental aprovação dessa proposta (PEC 10) e também para evitar retrocessos em outras pautas. Nossa luta é por um Poder Judiciário independente e com autonomia e por uma Magistratura valorizada”, afirmou.

O Presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Frederico Mendes Júnior, compôs a mesa de autoridades da cerimônia. Em seu discurso, ele destacou o trabalho de Eunice Haddad à frente da área legislativa da AMB no último ano e os desafios do futuro.

“Eunice é quem coordenou a nossa área legislativa na AMB em um ano de extremo sucesso. Foi um ano de muitas conquistas, mas também de contenção de medidas que queriam diminuir as prerrogativas. Paradoxalmente, embora a Magistratura brasileira seja uma das mais produtivas, uma das mais independentes, foi escolhida por determinados segmentos como alvo preferencial da República. A nós cabe esse desafio em tempo integral de esclarecer essas meias verdades”, disse o Magistrado.

A solenidade de posse ocorreu no Plenário Ministro Waldemar Zveiter, do TJ-RJ e contou com a presença de autoridades dos poderes Judiciário e Legislativo.

Pela AMB, compareceram à cerimônia a Vice-Presidente Administrativa, Julianne Freire Marques; o Vice-Presidente de Justiça e Inovação, Fernando Chemin Cury; a Coordenadora da Justiça Estadual, Vanessa Ribeiro Mateus; o Secretário-Geral e Presidente da Amapar, Marcel Ferreira dos Santos; o Secretário-Geral e Presidente da Amagis-DF, Carlos Alberto Martins Filho; o Diretor-Geral da Diretoria de Recepção a Novos Magistrados da AMB e Presidente da AMARR, Marcelo Lima de Oliveira, e o Assessor Especial da Escola Nacional da Magistratura (ENM) e representante da Amagis, Marcelo Piragibe.

Também estiveram presentes o Presidente da Amma, Holídice Cantanhede Barros; o Presidente da Apamagis, Thiago Elias Massad; a 2ª Vice-Presidente da Apamagis, Laura de Mattos Almeida; o Presidente da Amatra 2, Bruno José Perusso; o Presidente da Ajuris, Cristiano Vilhalba Flores; a Presidente da Amages, Glícia Mônica Dornela Alves Ribeiro; a Presidente da Amatra 1, Daniela Valle da Rocha Muller e o 1º Vice-Presidente da Amab, Eldsamir da Silva Mascarenhas.

Nova gestão

A chapa única “Diálogo e União” foi reeleita em novembro do ano passado, quando recebeu 667 votos – 141 a mais do que em 2021, quando obteve 526. A eleição ficou marcada pelo recorde histórico do percentual de votos entre todos os eleitores aptos a votar (57%).

Os novos Vice-Presidentes da associação serão o Desembargador Ricardo Alberto Pereira e o Juiz Antonio Aurélio Abi Ramia Duarte.

Além dos Juízes, foram empossados os membros das Diretorias Executiva e Adjunta, do Conselho Deliberativo e Fiscal e dos Departamentos Estatutários da Associação e do Conselho de Representantes do FAIM (Fundo de Apoio Institucional da Magistratura Fluminense).

Henrique Bolgue (Ascom/AMB)

Gostou? Então compartilhe!