Carregando...

AMBBotão Menu

Em artigo, ministro Salomão destaca trajetória de Marco Aurélio Mello e cita a Assembleia Nacional da AMB

O ministro Luis Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), destacou no artigo “Marco Aurélio e os 30 anos no Supremo Tribunal Federal” a trajetória profissional do ministro Marco Aurélio Mello. No texto publicado pela revista eletrônica Consultor Jurídico (ConJur) nesse sábado (13), o ministro Salomão o definiu como “reconhecido jurista e desassombrado julgador”.

Além disso, ele lembrou um fato marcante que ocorreu quando a AMB realizou a primeira Assembleia Nacional de Magistrados em 1999. À época, Salomão era secretário-geral da entidade. “O Congresso Brasileiro da Associação de Magistrados Brasileiros acontecia sempre de dois em dois anos, pois o associativismo da magistratura despontava muito fortemente naquele Brasil redemocratizado, mas era a primeira vez que reuniríamos cerca de dois mil juízes em uma assembleia”, contou.

Salomão ressaltou, ainda, que o ConJur publicou a matéria “Juízes decidem sobre greve nacional durante congresso no RS”, em 22 de setembro de 1999. “Comentei com o presidente, meu estimado amigo e grande líder da magistratura, desembargador Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho, que eu convidara o presidente do Supremo para comparecer ao evento, mas acreditava que, diante do clima, ele não iria. Marco Aurélio havia assumido a presidência do Supremo em maio de 1999, compareceu à assembleia e não só conquistou os corações e mentes dos juízes como também desarmou a armadilha da greve e saiu fortalecido e apoiado pelas bases para realizar uma gestão marcante à frente da mais alta corte do país”, afirmou.

Confira aqui o artigo na íntegra.

Campanhas e Eventos