Carregando...

AMBBotão Menu

“É uma demonstração de que a Magistratura brasileira é imparcial”, afirma Renata Gil, em nota reproduzida pela imprensa

Logo após o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, suspender cautelarmente diversos dispositivos referentes ao juiz das garantias da Lei nº 13.964/2019, que altera a Justiça penal brasileira, nessa quarta-feira (15), a AMB divulgou nota pública enaltecendo a decisão do presidente da Corte. Ele decidiu no sentido de acolher o pleito da entidade na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 6.298.

Os jornais impressos O Estado de S. Paulo, Valor Econômico, O Globo, e os sites O Antagonista, Conjur e R7, entre outros, reproduziram trechos do texto assinado pela presidente Renata Gil. Para a magistrada, a decisão “é uma demonstração de que a Magistratura brasileira é imparcial e que o sistema atual já garante a isenção dos julgamentos”. Leia a nota na íntegra.

Confira as matérias:
O Estado de S. Paulo
Valor Econômico
O Globo
Consultor Jurídico
O Antagonista
Blog Fausto Macedo/Estadão
R7
UOL
BOL
Terra
Isto É Online

Campanhas e Eventos