Sessão solene concluiu processo de sucessão para a vaga da Ministra Rosa Weber


A Diretoria da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) esteve presente na cerimônia de posse do novo Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Flávio Dino de Castro Costa. A solenidade foi realizada na sede do STF, em Brasília, e concluiu o processo de sucessão para a vaga da Ministra Rosa Weber, aposentada em setembro do ano passado.

A sessão solene foi aberta pelo Presidente do STF, Ministro Luís Roberto Barroso, que deu as boas-vindas ao novo integrante do Supremo, classificando-o como “um homem público que serviu ao Brasil nos Três Poderes”.

Conforme a tradição do Supremo, Flávio Dino foi conduzido ao Plenário pelo decano do Tribunal, Ministro Gilmar Mendes, e pelo Ministro Cristiano Zanin, o último a ocupar uma cadeira. Em seguida, o novo ministro fez o juramento.

O Presidente da AMB, Frederico Mendes Júnior, disse que o Ministro Flávio Dino é um homem público qualificado para compor o Supremo. “É um nome oriundo da Magistratura que possui experiência no Judiciário, no Executivo e no Legislativo e certamente contribuirá para o fortalecimento da Justiça e para a preservação dos valores democráticos”, comentou.

Estiveram presentes à sessão solene também a Vice-Presidente Administrativo da AMB, Julianne Freire Marques; o Secretário-Geral da AMB, Adriano Seduvim; o Secretário e Presidente da Amapar, Marcel Ferreira dos Santos; o Secretário e Presidente da Amagis-DF, Carlos Alberto Martins Filho; a Coordenadora da Justiça Estadual da AMB, Vanessa Mateus; o Diretor de Assuntos Legislativos, Leonardo Trigueiro; o Diretor-Adjunto de Segurança da Região Nordeste da AMB, Fábio Ferrário; a Presidente da Amaron, Euma Tourinho; o Presidente da ACM, José Hercy Ponte de Alencar; e o Presidente da AMMA, Holídice Cantanhede Barros.

Perfil

O Ministro Flávio Dino chega ao Supremo aos 55 anos e poderá permanecer na Corte por duas décadas. Em sua carreira, o novo ministro colecionou passagens pelos Três Poderes. Dino é formado em direito pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Foi juiz federal, atuou como presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) e chefiou a secretaria-geral do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Gostou? Então compartilhe!