Encontro foi organizado pelas entidades internacionais – ASJP e UIM – a fim de debater as ameaças à democracia

 

A integridade da Justiça é o pilar que sustenta o combate à corrupção pelo mundo. A partir desta premissa, o Poder Judiciário tem sido o protagonista na luta contra o crime organizado. A temática é uma preocupação amplamente debatida por instituições estatais. A fim de contribuir com a discussão, a Diretoria da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) participou do Seminário "Condiciones para la eficacia en la lucha contra la corrupción. Independencia, Integridad y Securidad en el Poder Judicial" realizado em Coimbra, Portugal. O evento foi promovido pela Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) em parceria com o Grupo Iberoamericano da União Internacional de Magistrados (UIM).
Durante o encontro, foi ressaltada a importância da priorização de políticas de enfrentamento cada vez mais eficazes  em face desta problemática. Priorizar o combate à corrupção é essencial para uma abordagem adequada do Estado aos crimes que comprometem o desenvolvimento social, a economia, os serviços públicos e a democracia.
Para o  Secretário de Relações Internacionais da AMB e Secretário Executivo da União Internacional de Juízes de Língua Portuguesa (UIJLP), Geraldo Dutra de Andrade Neto, garantir os altos níveis de integridade judicial do combate à corrupção é a fundação da integridade geral em qualquer lugar. O Magistrado também destacou a importância do evento para o fortalecimento da Magistratura.
“O encontro é importante para manter o diálogo com os nossos colegas da América Latina e de Portugal e Espanha, para trocar informações importantes sobre a integridade judicial e segurança dos Magistrados", afirmou.
O Secretário Adjunto e Presidente do Grupo IBA da UIM, Desembargador Walter Rocha Barone afirmou que "O seminário de hoje na ‘Casa do Juiz’, em Coimbra, foi uma grande oportunidade para os colegas iberoamericanos discutirem temas atuais como o combate à corrupção e a segurança de magistrados. As palestras e debates foram realmente muito enriquecedores".
Também participaram da reunião o Presidente Manuel Henrique Ramos Soares (ASJP), a Vice-Presidente Paula Alexandra da Silva (ASJP), a Secretária-Geral Carla Oliveira (ASJP), a Tesoureira da ASJP e  da UIJLP, Nélia Dória de Brito.
O Juiz Conselheiro do Tribunal de Contas de Portugal e Ex-Presidente da ASJP, José Antônio Mouraz Lopes, compareceu ao evento.
________________________________________________________________________________
Jonathas Nacaratte (ASCOM/AMB)
Gostou? Então compartilhe!