Diretoria da AMB participou da segunda edição do evento que ocorre até esta quinta-feira (13)

A Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp) iniciou o segundo Congresso Conamp Mulher, nesta quarta-feira (12), no auditório do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. O evento reúne autoridades dos três poderes para discutir o aperfeiçoamento institucional nas questões de gênero.

Na palestra de abertura, a Ministra do TSE Edilene Lôbo abordou o protagonismo feminino na política e o enfrentamento da violência. A Magistrada apresentou um histórico da participação das mulheres na política brasileira, destacando a luta por maior representação.

Primeira mulher negra no TSE, Edilene Lôbo, também destacou as persistentes disparidades de gênero na sociedade. “A despeito de toda a exclusão, as mulheres nunca se furtaram a participar da política. Há um estratagema construído para calar a voz pública das mulheres”, afirmou.

A Juíza Joriza Pinheiro, Vice-Presidente de Direitos Humanos da AMB, representou a entidade no encontro. Segundo ela, apesar dos avanços, ainda há muito a ser feito para alcançar a igualdade efetiva.

“Precisamos avançar na participação feminina e combater qualquer discriminação de gênero. Apesar de sermos a maioria da população, a representação feminina ainda é diminuta nos espaços de poder. Nossa sociedade é muito diversa, e toda essa diversidade tem que estar melhor representada”, considerou a magistrada.

O Congresso Mulher continua até esta sexta-feira (13). A Ministra do STF Cármen Lúcia encerrará o evento com uma palestra sobre Democracia sob a perspectiva de gênero.

Gostou? Então compartilhe!