Carregando...

AMBBotão Menu

Clube de Leitura da AMB divulga programação para o próximo trimestre

Gabriel García Márquez, Jorge Luis Borges e Mario Vargas Llosa serão os autores em debate

 

O Clube de Leitura da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) lança a programação dos meses de agosto, setembro e outubro. Para o próximo trimestre, a Secretaria Cultural decidiu apostar nas obras de correntes literárias do realismo mágico e urbano com consagrados autores da América do Sul – Argentina (Jorge Luis Borge); Colômbia (Gabriel García Márquez); Peru (Mario Vargas Llosa).

O livro “A Incrível e Triste História da Cândida Erêndira e sua Avó Desalmada”, de Gabriel García Márquez será debatida no dia 25 de agosto. A obra reúne sete contos que compõe a coletânea que evidencia a deformação da realidade por meio de coisas ou fatos estranhos. A exemplo da história da jovem Cândida Erêndira. Ela cai exausta na cama com um candelabro ao lado, e acorda com os restos de um grande incêndio destruidor. A avó dela a considera culpada pelo ocorrido e obriga a neta pagar o prejuízo por meio da prostituição. Após anos de exploração sexual, o amor de Ulisses pode ser a única salvação de um triste destino.

As obras de Gabriel García Márquez possuem características da corrente literária conhecida como realismo mágico, que contraria o realismo objetivo.

O livro “Ficções” do argentino Jorge Luis Borges será debatido no dia 29 de setembro. A obra reúne os contos em que o leitor se depara com um narrador inquisitivo que expõe, com elegância e economia de meios, de forma paradoxal e lapidar, suas conjecturas e perplexidades sobre o universo, retomando motivos recorrentes em seus poemas e ensaios desde o início de sua carreira: o tempo, a eternidade, o infinito.

Os enredos são como múltiplos labirintos e desdobram-se num jogo infindável de espelhos, especulações e hipóteses, às vezes com a perícia de intrigas policiais e o gosto da aventura, para quase sempre desembocar na perplexidade metafísica. Chamam a atenção a frase enxuta, o poder de síntese e o rigor da construção, que tem algo da poesia e outro tanto da prosa filosófica, sem nunca perder o humor desconcertante.

O livro “O herói discreto” do peruano Mario Vargas Llosa será debatido no dia 27 de outubro. A obra abarca velhos conhecidos do universo criativo do escritor peruano, como o sargento Lituma e os incontestáveis, dom Rigoberto, dona Lucrecia e Fonchito, todos eles atuando agora em um Peru mais próspero.

Os dois protagonistas do romance de Vargas Llosa são, de certa forma, discretos rebeldes que tentam tomar as rédeas de seus próprios destinos, pois os dois se encontram conflitos ao longo do texto.

Um livro cheio de humor, em clima de melodrama, que se passa no Peru atual, onde Piura e Lima já não são espaços físicos, mas reinos da imaginação povoados pelos personagens de Mario Vargas Llosa.

Programação:

 

  • “A Incrível e Triste História da Cândida Erêndira e sua Avó Desalmada”, de Gabriel García Márquez será debatida no dia 25 de agosto.

 

  •  “Ficções” do argentino Jorge Luis Borges será debatido no dia 29 de setembro.

 

  •  O livro “O herói discreto” do peruano Mario Vargas Llosa será debatido no dia 27 de outubro.

Todos os encontros do Clube de Leitura ocorrem na última quarta-feira do mês, às 18h30, por videoconferência.


 

Jonathas Nacaratte (ASCOM)

 

 

AÇÕES PARA O ASSOCIADO