Carregando...

AMBBotão Menu

Campanha Sinal Vermelho ganha apoio de Luciana Gimenez

ASCOM / AMB

A presidente Renata Gil se reuniu com a apresentadora, que se mostrou solidária à causa e às vítimas de violência doméstica

A Campanha Sinal Vermelho ganhou mais uma apoiadora entre as famosas. A apresentadora e ex-modelo Luciana Gimenez se reuniu com a presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Renata Gil, nesta quarta-feira (9) para demonstrar apoio à iniciativa e colocar-se à disposição de causas que protejam mulheres vítimas de violência doméstica, como a campanha Sinal Vermelho.

A apresentadora da Rede TV também defendeu o Pacote Basta, Projeto de Lei apresentado ao Congresso Nacional pela AMB e aprovado por unanimidade na semana passada pela Câmara dos Deputados. Entre as propostas da matéria legislativa, o texto tipifica a violência psicológica contra a mulher.

Durante o encontro, Luciana Gimenez revelou que já foi vítima de agressão psicológica. Se o Pacote Basta for aprovado também no Senado e sancionado pelo Presidente da República, Luciana e milhares de mulheres no Brasil afora serão resguardadas perante a lei.

“Tem que ter uma legislação específica que trate da violência psicológica, porque nenhuma mulher é obrigada a passar por isso. Já me chamaram de tudo que se pode imaginar, me acusaram de ações que nunca fiz”, desabafou a ex-modelo ao reafirmar o desejo de ajudar mulheres carentes que sofrem todos os tipos de agressão.

O fato de Renata Gil ser a primeira mulher a liderar a AMB é um dos motivos que a inspira a levantar tal bandeira. “Me sinto na obrigação de lutar por pautas femininas. Neste um ano de campanha Sinal Vermelho, temos registros de mulheres por todo o País que foram salvas por conta da iniciativa. É uma satisfação fazer parte deste projeto”, afirmou a presidente da AMB.

Além de Luciana Gimenez, outras famosas, como a global Ana Furtado, a influenciadora Mileide Mihaile e a modelo e ativista pelos direitos das mulheres Luiza Brunet também participam da campanha.


Natália Lázaro (ASCOM)

AÇÕES PARA OS ASSOCIADOS