Carregando...

AMBBotão Menu

AMB promove debate sobre a violência contra a mulher na América Latina em 13 de abril

| Ascom AMB

Evento terá participação da Corte Interamericana de Direitos Humanos e da ministra Maria Thereza

A pandemia da covid-19 resultou em um aumento da violência contra a mulher, na sobrecarga de trabalho e, em alguns casos, na impossibilidade de denúncia. Ciente deste mal, a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) lançou a campanha Sinal Vermelho, que possibilitou a mulher, vítima de violência, a pedir ajuda com um X vermelho desenhado nas mãos. A ideia foi tão eficiente que já virou lei em vários estados, entre eles Rio de Janeiro, Espírito Santo e o Distrito Federal.

Para debater a violência contra a mulher não só no Brasil mas também na América Latina, a AMB realizará um evento no dia 13 de abril, das 17h30 às 19h, no canal do YouTube da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam). A ministra Maria Thereza de Assis Moura, corregedora nacional do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), realizará a abertura e a juíza do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Adriana Ramos de Mello, presidirá a mesa do debate.

A presidente da AMB, Renata Gil, será uma das expositoras. A magistrada falará sobre o Judiciário Brasileiro e a violência contra a mulher. Renata é a primeira mulher a presidir a AMB e em seu mandato, além da Sinal Vermelho, já encabeçou projetos como o Pacote Basta, que sugere à Câmara dos Deputados melhorias na legislação que respalda as brasileiras. “A pandemia mostrou como as mulheres estão em desvantagem em relação aos homens. Ouvimos histórias que nos arrepiam, por isso não vamos nos calar até que nos escutem”, disse ao comentar sobre o evento.

A juíza da Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) Romina Sijniensky falará sobre o papel da CIDH no enfrentamento da violência contra a mulher. O evento também contará com o painel da juíza federal auxiliar no Supremo Tribunal Federal (STF) Caroline Somesom Tauk, que irá falar sobre as leis da América Latina de combate a violência contra a mulher.


Mahila Lara

Assessoria de Comunicação da AMB

AÇÕES PARA OS ASSOCIADOS