Associação dos Magistrados Brasileiros
AMBBotão Menu

Presidente da AMB e ministro do STJ falam ao Jornal Nacional sobre pesquisa “Quem somos. A Magistratura que Queremos”

O Jornal Nacional dessa quinta-feira (7) deu destaque para a pesquisa da AMB que traça o perfil da Magistratura brasileira. Intitulado “Quem somos. A Magistratura que Queremos”, o estudo será lançado na próxima segunda-feira (11), no Rio de Janeiro.

Na matéria veiculada, o presidente da AMB, Jayme de Oliveira e o ministro Luiz Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que é o coordenador da pesquisa, falaram sobre a relevância da iniciativa e adiantaram algumas informações estatísticas, bem como as preocupações da carreira ressaltadas nas respostas aos questionamentos feitos. O pesquisador Luiz Werneck Vianna, da Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio), e o magistrado Reinaldo de Souza, do Tribunal de Justiça de São Paulo, também foram entrevistados.

A atual pesquisa compara dados de levantamento feito pela entidade há 20 anos e mostra que o perfil da Magistratura mudou de certa forma, a exemplo da idade dos juízes da primeira instância, que correspondem a mais numerosa parte da categoria: a idade média aumentou entre os de primeiro grau. Em 1996, 13% tinham até 30 anos; em 2018, 2% têm até 30 anos.

Ao repórter Vladimir Netto, o presidente Jayme de Oliveira afirmou que, para os magistrados, a principal causa de atrasos nos processos é a quantidade de recursos que um réu pode apresentar à Justiça. “O juiz é preocupado com um dos maiores entraves do sistema, que é a morosidade. Então, em inúmeras questões eles revelaram essa preocupação. Isso ficou bastante evidente”, frisou.

Confira aqui reportagem completa:

Campanhas e Eventos