APRESENTAÇÃO

O PERFIL DO MAGISTRADO BRASILEIRO

Transcorria o biênio 1994-1995 na AMB, sob a presidência do então desembargador Paulo Benjamin Fragoso Gallotti e sob seu comando desenvolveu-se o primeiro grande estudo sobre a Magistratura brasileira, intitulado “O perfil do magistrado brasileiro”, cujos resultados vieram a lume no ano de 1996.


O projeto diagnóstico da Justiça foi desenvolvido pela AMB em parceria com o IUPERJ, conduzido por Luiz Werneck Vianna, Maria Alice Rezende de Carvalho, Manuel Palacios Cunha Melo e Marcelo Baumann Burgos.


Naquela ocasião, na apresentação dos trabalhos, o desembargador Thiago Ribas Filho chamava a atenção para o fato dos magistrados, no Brasil e no mundo, estarem na ordem do dia. Objetos da imprensa, criticados e incompreendidos, descobriu-se que eram desconhecidos em seu meio social e esse foi o móvel do anterior projeto.


Decorridos mais de vinte anos surgiu a ideia de refazer o trabalho, tanto para verificar eventual mudança no perfil do magistrado brasileiro quanto para conhecer o pensamento da Magistratura sobre temas atuais.


Apresenta-se agora à Magistratura brasileira e à comunidade jurídica, o resultado de mais de um ano de trabalho, entre a formulação dos questionários, a pesquisa de campo, e o exame das informações.


O objetivo continua o mesmo de outrora. Quer-se aprimorar cada vez mais o serviço da Justiça, conhecer a Magistratura e com base no pensamento exposto por ela, buscar o aprimoramento da legislação, das normas administrativas, da gestão dos tribunais e vencer os desafios que se apresentam neste século.


A importância de uma pesquisa científica revela-se na precisão dos dados, permitindo escapar do "achismo".


Não se trata de um trabalho final; ao contrário, cuida-se em verdade de iniciar estudos, aprofundar reflexões, identificar dificuldades, enfim, colher tudo quanto o material possa trazer de útil para buscar melhorias em prol da Magistratura, do Poder Judiciário e da sociedade, destinatária dos serviços judiciários.


Por fim, agradecemos a todos que direta ou indiretamente contribuíram na execução deste trabalho, muito especialmente à Comissão Científica composta por Márcia Hollanda, Renata Gil, Michelini Jatobá e Durval Augusto Rezende Filho.


Jayme de Oliveira
Presidente da AMB


Ministro Luis Felipe Salomão
Coordenador da Comissão Científica