ACESSO RESTRITO

Jayme de Oliveira participa do 110º Encontro do Conselho dos Tribunais de Justiça no TJSP

|
013_edit
Ascom/TJSP

Presidentes dos tribunais de Justiça de 24 Estados e do Distrito Federal estiveram reunidos no 110º Encontro do Conselho dos Tribunais de Justiça, que teve início ontem em São Paulo e prosseguiu nesta sexta-feira (17), no Palácio da Justiça, sede da Corte Bandeirante. Os magistrados discutiram os grandes desafios da Justiça brasileira na atualidade, como a defesa da independência dos juízes, a autonomia financeira dos TJs e o aumento de produtividade.

Destacando a importância do evento, o presidente do TJSP, Paulo Dimas Marcaretti, disse que “o Judiciário estadual é aquele que está mais próximo das pessoas, que transforma diretamente suas vidas”.

O presidente da AMB, Jayme de Oliveira, afirmou que o encontro é sempre uma grande oportunidade para a magistratura discutir e trocar experiências. “O Conselho dos Tribunais de Justiça tem o apoio histórico da AMB, porque reconhecemos a necessidade de trabalharmos em conjunto por uma Justiça cada vez mais eficiente e que seja valorizada”, disse.

Solenidade
Na abertura do encontro, o presidente do Conselho dos Tribunais de Justiça e integrante do TJ de Minas Gerais, Pedro Carlos Bittencourt, declarou que a crise econômica dos Estados “é usada como pano de fundo para a retirada da autonomia dos Judiciários estaduais”. Para ele, o Judiciário é e continuará sendo a última trincheira da sociedade e do cidadão na defesa de seus Direitos.

Discursaram também o vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro José Antonio Dias Toffoli; o deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP); o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, deputado estadual Cauê Macris; e o vice-governador do Estado de São Paulo e secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Márcio França, que falou em nome do governador Geraldo Alckmin.

Programação
Entre os palestrantes desta sexta-feira (17) estiveram o ministro João Otávio de Noronha (A atuação da Corregedoria Nacional de Justiça) e o conselheiro do CNJ Luiz Cláudio Allemand (Mediação Digital na Execução Fiscal).

AMB com informações TJSP

 

É permitida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo publicado no Portal da AMB desde que citada a fonte.