Associação dos Magistrados Brasileiros
AMBBotão Menu

No II Congresso Internacional da AMB, Carta Magna e Independência Judicial são temas de palestras

O professor e presidente do Comitê de Comemoração dos 800 anos da Associação Mundial para Pesquisa em Opinião Pública (WAPOR), Robert Worcester, ministrou palestra sobre a “Carta Magna: Estado de Direito e sua importância no século XXI” no II Congresso Internacional da AMB realizado, nesta quarta-feira (25), em Londres.

Ele relatou a história da Carta Magna que foi promulgada na Inglaterra em 1215. “Não existia nenhum tipo de liberdade de expressão. Não se podia deixar deixar o País sem a permissão do soberano. Tudo na sociedade era controlado pelo rei. Com a assinatura da Carta Magna, foi possível garantir  mínimos direitos a todos os cidadãos da Inglaterra”, disse.

A independência do juiz e a Disciplina Judicial foram abordados pela juíza Lady Sharp. “Enfatizei a questão dos valores éticos que são muito importantes para a atividade do juiz. É fundamental que os juízes se autorregulem em termos de disciplina, para que não deixem o controle externo do judiciário, venha impactar negativamente a independência que todos  devem ter”, destacou.

No período da tarde, os congressistas visitaram as Cortes Reais de Justiça, participaram do seminário “Educação Judicial na Inglaterra e País de Gales”. Em seguida, o presidente da AMB, João Ricardo Costa, e um grupo de magistrados foram recebidos pelo embaixador do Brasil no Reino Unido, Eduardo dos Santos.

Renata Brandão

Campanhas e Eventos