Associação dos Magistrados Brasileiros
AMBBotão Menu

Magistradas apresentam trabalho da Justiça Itinerante brasileira em Nottingham

O trabalho da Justiça Itinerante no Brasil, em especial o realizado no Rio de Janeiro e no Amapá, foi apresentado a um grupo alunos e professores de Direito da Universidade de Nottingham nesta sexta-feira (27). Com  o objetivo de vencer as barreiras geográficas e culturais para levar Justiça, dignidade e direitos humanos ao cidadão brasileiro, a desembargadora, Cristina Tereza Gaulia, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ),  e a presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Amapá (TJAM),  Sueli Pini, relataram como é desenvolvido o projeto nesses Estados com as comunidades  mais pobres e ribeirinhas.  A atividade fez parte da programação do II Congresso Internacional da AMB que acontece até o dia 2 de junho na Inglaterra e na Escócia.

“Foi muito interessante porque eles ficaram felizes e admirados com a iniciativa da Justiça Itinerante. Eles não imaginavam que no Brasil pudesse haver uma coisa similar devido, ainda, estarem dentro das Cortes”, explicou Cristina Tereza Gaulia.

Para o integrante da comissão organizadora do Congresso e diretor Internacional da AMB, Rafael de Menezes, o encontro na Universidade de Nottingham é importante para mostrar o protagonismo  do Judiciário brasileiro em se aproximar do cidadão para garantir os direitos humanos no Brasil.

Participaram também do encontro o diretor-presidente da Escola Nacional da Magistratura (ENM), da AMB, Cláudio dell’Orto, e o juiz Helton Nogueira, do Tribunal de Justiça do Estado  de Minas (TJMG).

Renata Brandão

Campanhas e Eventos