Associação dos Magistrados Brasileiros
AMBBotão Menu

Diretoria da AMB e presidentes de associações atuam em defesa das prerrogativas dos magistrados

Integrantes da Diretoria da AMB e presidentes de associações regionais atuaram em defesa das prerrogativas dos magistrados em audiências com juízes auxiliares da Presidência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e da Corregedoria Nacional de Justiça nessa quinta-feira (7), em Brasília. A diretora tesoureira-adjunta, Maria Rita Manzarra, o integrante da Secretaria de Assuntos Legislativos, Leonardo Trigueiro, e os presidentes Thiago Brandão (Amapi) e Ricardo Alexandre Costa (ACM) conversaram com os auxiliares sobre dois processos de interesse da magistratura.

Na presidência do STJ, foi tratado com a juíza Ana Lúcia Aguiar a Suspensão de Segurança nº 3.039, que tem a Amapi como interessada. O processo versa sobre o pagamento de diferença da parcela autônoma de equivalência salarial (PAES) aos magistrados do Piauí ou sucessores que tenham passado à inatividade ou falecido antes de setembro de 1994.

Já na Corregedoria, os magistrados foram recebidos pelo juiz Sérgio Ricardo de Souza, que também é diretor-presidente da Escola Nacional da Magistratura (ENM/AMB). Eles conversaram a respeito da revisão disciplinar 0001048-91.2018.2.00.0000, ajuizada por juiz associado à ACM e que tem a associação local e a AMB como interessadas.

Campanhas e Eventos