Associação dos Magistrados Brasileiros
AMBBotão Menu

AMB prestigia posse de novos dirigentes e presidente da Amaerj

Ascom Amaerj

O presidente da AMB, Jayme de Oliveira, acompanhado de outros dirigentes da entidade, participou, nesta segunda-feira (26), da cerimônia de posse da presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj) e vice-presidente Institucional da AMB, Renata Gil, no biênio 2018-2019.

Para o presidente da AMB, “Renata se destacou no cenário nacional, fez um trabalho extraordinário, levou a AMAERJ para outra dimensão. Sou muito feliz e tenho sorte em ter a Renata na diretoria da AMB. Agradeço por tudo o que você tem feito pela magistratura do Rio e do Brasil. A magistratura do Rio de Janeiro tem uma grande presidente, carismática, querida, simpática, humilde e que conquista as pessoas”.

Jayme ressaltou que a união dos magistrados é fundamental para o momento da categoria. “A AMB trabalha pela unidade da magistratura. Algumas pessoas acham que unidade é pensar igual. Não, a pluralidade é o grande segredo da unidade. Respeitamos e convivemos com as diferenças, mas trilhamos o caminho juntos. A AMB faz um grande esforço para unir e valorizar a magistratura. Somos juízes, temos um papel perante a sociedade.”

Segundo a presidente reeleita, Renata Gil “muita me emociona estar à frente da AMAERJ, entidade que congrega a magistratura mais produtiva do país, pelo oitavo ano consecutivo, de acordo com o Conselho Nacional de Justiça. “O Judiciário do Rio é um dos mais capitalizados e de mais amplo acesso à Justiça, contando com milhões de demandas veiculadas por nada menos que 150 mil advogados inscritos na Seção Rio de Janeiro. Temos no Rio instrumentos modernos e vanguardistas para a prestação jurisdicional”, afirmou.

“A ministra Cármen Lúcia, amiga que ganhei nesta jornada e que tem sido forte defensora da atuação da magistratura contra os ataques que temos sofrido, fez o alerta: ‘Sem o Poder Judiciário forte, o Poder Judiciário livre e o Poder Judiciário imparcial no sentido de não ter parte, não adotar atitudes parciais, não teremos uma democracia, que é o que o Brasil tem na Constituição e espera de uma forma muito especial dos juízes brasileiros para a garantia dos direitos e liberdades dos cidadãos”, concluiu Renata Gil.

A cerimônia aconteceu no Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, e contou com a presença de mais de 300 pessoas, entre elas, o ministro Herman Benjamin do Superior Tribunal de Justiça (STJ); o corregedor-geral da Justiça do Rio, Claudio de Mello Tavares; o presidente do TRE-RJ, Carlos Eduardo da Fonseca Passos; e o deputado federal Hugo Leal (PSB-RJ).

Participação

Da AMB, estiveram presentes, a presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Tocantins (Asmeto) e vice-presidente de Direitos Humanos da AMB, Julianne Marques; o vice-presidente de Prerrogativas da entidade, José Arimatéa Neves Costa; o presidente da Associação Paulista de Magistrados (Apamagis), Fernando Figueiredo Bartoletti; o presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Mato Grosso do Sul (Ammasul), Fernando Cury; o presidente da Associação do Estado de Pernambuco (Amepe), Emanuel Bonfim; o presidente da Associação do Estado de Goiás (Asmego), Wilton Muller Salomão; o presidente da Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis), Maurício Torres Soares; a presidente da Associação dos Magistrados do Estado Amapá (Amaap), Elayne Cantuária; o presidente da Associação Alagoana de Magistrados (Almagis), Ney Alcântara; o presidente da Associação dos Magistrados da Justiça Militar, Edmundo Franca de Oliveira; o presidente da Associação dos Magistrados do Espírito Santo (Amages), Ezequiel Turibio; e o ex-presidente da Associação dos Magistrados da Bahia (Amab), Freddy Pitta.

Campanhas e Eventos