Associação dos Magistrados Brasileiros
AMBBotão Menu

AMB participa do lançamento de painel multissetorial para combate a informações falsas

O presidente da AMB, Jayme de Oliveira, defendeu, nesta terça-feira (11), o combate a informações falsas, especialmente em relação ao Poder Judiciário, durante o lançamento do Painel Multissetorial de Checagem de Informações e Combate à Notícias Falsas, na sede do Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília (DF).

“É nítida a existência do que podemos chamar de uma rede virtual que atua para destruir pessoas e instituições. O que não tínhamos ainda, e temos agora por uma iniciativa do Conselho Nacional de Justiça, é a ‘Rede do Bem’. Rede que começa a trabalhar em conjunto para combater essas notícias falsas e as nefastas consequências do que isso tem causado à sociedade e às instituições brasileiras”, disse Jayme de Oliveira.

A iniciativa lançada pelo CNJ reúne órgãos do Poder Judiciário, entidades de classe de magistrados, entre elas a AMB, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e veículos de comunicação com o intuito de combater a proliferação de conteúdos inverídicos disseminados na internet e redes sociais.

Em seu pronunciamento, o presidente do STF e do CNJ, ministro Dias Toffoli, ressaltou que as notícias falsas são alvo de preocupação no Brasil e no mundo, por colocar em risco os processos e valores democráticos, além de contribuírem para o aumento da polarização na sociedade.

“As notícias falsas são especialmente graves quando praticadas contra o Poder Judiciário, que lida diariamente com questões sensíveis de diversas áreas”, frisou Dias Toffoli. “Distorcer o teor de suas decisões e de suas práticas pode afetar a vida de muitas pessoas, além de colocar em risco a credibilidade de uma instituição essencial à paz social, à Justiça e à estabilidade democrática”, complementou.

Para o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, “o compromisso com a verdade é fundamental para prosperar a paz e a segurança obtida pelo convencimento, pela pacificação e não pela força”.

Também participaram do evento o corregedor nacional de Justiça, Humberto Martins, o presidente da OAB, Felipe Santa cruz e o presidente da Associação do Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Fernando Mendes, entre outras autoridades.

Painel Multissetorial
A iniciativa se une à campanha #FakeNewsNão, lançada pelo CNJ em abril deste ano. Segundo o órgão, os membros participantes contribuirão dentro de suas áreas de atuação e com as ferramentas que já dispõem no combate às notícias falsas. O CNJ, assim como os tribunais superiores, auxiliará os parceiros em relação à identificação e ao envio de material suspeito para checagem.

O conteúdo analisado será incluído no portal do CNJ à disposição dos cidadãos. Parceiros e entidades decidirão qual material desejarão publicar em seus sites ou redes sociais.

Campanhas e Eventos