Associação dos Magistrados Brasileiros
AMBBotão Menu

AMB firma convênio com Associação de Magistrados da Argentina

Com o objetivo de fomentar o intercâmbio cultural e científico sobre as diversas áreas de conhecimento, além de estabelecer mecanismos que contribuam para o fortalecimento do Poder Judiciário e da Magistratura, a AMB e a Associação de Magistrados e Funcionários da Justiça Nacional (AMFJN) firmaram convênio de cooperação entre as duas entidades durante a 1ª Cúpula de Presidentes de Associações de Juízes do Mercosul. A assinatura ocorreu nesta sexta-feira (9), em Foz do Iguaçu (PR).

Entre as atribuições do convênio constam a realização em conjunto de congressos, conferências, seminários, encontros, colóquios e outros eventos associativos e acadêmicos, presenciais ou  a distância; enviar as publicações editadas por ambas as associações e outras que possam gerar interesse no âmbito associativo; promover pesquisas conjuntas relacionadas à Magistratura e ao Poder Judiciário que auxiliem os estudos associativos, entre outros.

Para o presidente da AMB, Jayme de Oliveira, “esse novo convênio dá andamento ao compromisso da nossa diretoria em firmar convênios bilaterais com vários países, especialmente com os da América Latina, para difundir o trabalho da Magistratura brasileira e ao mesmo tempo conhecer o trabalho dos demais magistrados. O intercâmbio é fundamental para o aprimoramento do Judiciário.”

A presidente da Associação de Magistrados e Funcionários da Justiça Nacional (AMFJN), Maria Lilia Cordero, destacou que o convênio representa um passo adiante na integração dos países. “O Brasil é o país de maior importância na América Latina e com quem compartilhamos experiências, valores e princípios que defendemos juntos”, afirmou.

Participaram da assinatura, o secretário-adjunto de Relações Internacionais da AMB, Walter Barone, que também é presidente da Federação Latino-Americana de Magistrados (Flam), o diretor de Relações Internacionais da AMB e presidente da Amapar, Gerado  Dutra; o coordenador da Justiça Estadual, Frederico Mendes Júnior, os presidentes da Associação dos Magistrados do Paraguai (AJP), Delio Vera; Associação de Magistrados Judiciais do Paraguai (AMJP), Enrique Mongelós; e os magistrados Márcia Barone (TJSP), Rogério Cunha (TJPR), da AMJP Jazmin Cáceres,  Ángel Cohene; e da AJP, Daniel Ledesma e Camilo Cantero.

Renata Brandão

Campanhas e Eventos